O dinamismo da educação a distância e híbrida da América Latina e Brasil.



Resumo


Num momento da educação digital, que tende a se consolidar por meio do desenvolvimento de diferentes tecnologias e inovações, as instituições de Ensino Superior enfrentam desafios alusivos às propostas didáticopedagógicas tecnológicas, às estratégias que envolvem o processo de ensino-aprendizagem e aos investimentos referentes às diferentes modalidades presencial e a distância. Apresenta-se nesta reflexão elementos relevantes relacionados à educação híbrida e a distância, dados da América e do Brasil. As transformações no Ensino Superior estão relacionadas também às condições da realidade externa, interna em relação aos investimentos e às perspectivas educacionais, que são impulsionadas pelas demandas sociais, do mundo do trabalho, da globalização e do novo papel do conhecimento. O hibridismo tem se consolidado em experiências diferenciadas e entende-se que este não pode ser considerado como um modelo estático, mas que tende a transformar o contexto no qual está inserido cada vez mais, com os resultados de reflexões acadêmicas a respeito de propostas implantadas, como a sala de aula invertida, uso de diversos aplicativos, entre outros, no Ensino Superior em diferentes países.


Palavras-chave

Educação a Distância. Educação Híbrida. Ensino Superior



Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags