Em busca de uma prática pedagógica fundamentada no paradigma da complexidade


Resumo

Este relato de experiência apresenta o resultado de uma pesquisa-ação realizada na temática Paradigmas Educacionais na Prática Pedagógica, na linha de pesquisa Teoria e Prática Pedagógica na Formação de Professores, da qual faz parte o Grupo de pesquisa PEFOP – Paradigmas Educacionais e Formação de Professores. Para que se possa alcançar uma prática pedagógica competente, capaz de superar os desafios da sociedade moderna faz-se necessária uma mudança paradigmática. Assim, torna-se fundamental investigar o problema: como desenvolver e aplicar uma prática pedagógica na docência universitária que oportunize uma metodologia ativa e transformadora, embasada em referenciais teóricos e práticos ao paradigma da complexidade na Educação Superior? Esta pesquisa possui como objetivo refletir sobre o professor como profissional e os novos caminhos na formação continuada de docentes universitários. O universo da pesquisa envolveu 25 professores/mestrandos/doutorandos, que participaram do processo investigativo e atuam em variadas áreas do conhecimento que atuam ou gostariam de atuar como docentes universitários. Para a fundamentação teórica da pesquisa os principais autores foram: Behrens (2013), Capra (1996), Morin (2000) e Moraes (2012). As reflexões realizadas durante a pesquisa são fundamentais para a formação inicial e continuada de professores universitários para que estes possam analisar suas práticas com vistas a superação dos paradigmas conservadores que visam a reprodução de conhecimento para uma prática embasada no paradigma da complexidade que considera os indivíduos em sua totalidade, visando a produção de conhecimentos de forma colaborativa.

Palavras-chave: Paradigmas educacionais. Prática pedagógica. Formação de professores.

Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags